Sétimo Dia no Tour du Mont Blanc

Dia 7: Tour du Mont Blanc

Era para ser um dia de esforço médio. Uma boa subida no início, partindo de Trient, a 1279 mts, até o Col de Bame, a 2191 mts.
Descemos até o Col des Posettes, a 1997 mts , subimos até a Aiguillette des Posettes, a 2201 mts. Por fim, uma longa descida até o Auberge La Boerne, a 1385 mts, em Tré-Le-Champs.

Entretanto, Lucas resolveu que alcançaríamos os franceses, que conhecemos nos dois últimos dias, e que saíram 30min antes de nós.
Ainda consegui segurá-lo nos primeiros 15 min, até entrarmos na trilha. Aí avistamos uma longa fila, inclusive com mulas, que logo identificamos que eram da empresa contratada pelo outro grupo de senhoras e de senhores franceses que conhecemos nos primeiros dias do Tour. Eles encurtaram o trecho entre La Foully e Champex-Lac pegando um ônibus.
Então, entrei na onda do Lucas e adotamos um ritmo realmente forte. A placa na entrada da trilha, no camping, previa 2h30 até o Col de Balme e fizemos em 1h28. Passamos os dois grupos de franceses, o que rendeu olhares abismados, elogios e brincadeiras: “Brazilian Express”. Foi divertido, mas cansativo. Triste foi nos despedir dos dois grupos, que desceram oara Le Tour, terminando a jornada deles (sem fechar o circuito).

Do Col de Balme, que fica na fronteira da Suiça com a França, avistamos o Mont Blanc e as vilas Le Tour, Argentiere e Chamonix. O que dá aquela sensação de falta pouco.

Continuei um pouco desanimado, pela despedida e pelo esforço da primeira subida, mas me esforcei para me concentrar no objetivo do dia e chegar até o abrigo.

Como chegamos cedo, deixamos as mochilas no abrigo e descemos mais 20min até Argentiere, para almoçarmos e comprar mantimentos para o próximo dia.

Comentários